Falso cartório no RJ enganou 300 casais com uniões sem validade; proprietária foi presa em flagrante

Por Fernanda Rouvenat, Bom Dia Rio.
Golpe foi descoberto depois que um casal, que acreditava estar oficializando a relação, não conseguiu trocar o nome nos documentos. Segundo a polícia, cartório faturava mais de R$ 6 mil por mês. Proprietária foi presa em flagrante, mas nega as acusações.
Um falso cartório com sede em Oswaldo Cruz, na Zona Norte do Rio, enganou 300 casais com uniões sem validade. Segundo a polícia, o local funcionava desde 2013 e foi descoberto depois que um casal, que acreditava estar oficializando a relação, foi enganado.
O caso aconteceu em novembro de 2019 e a proprietária do cartório, Myrian Maria de Souza Rocha Marins, foi presa em flagrante durante uma operação policial após três meses de investigação. Segundo a polícia, ela agia na sede e em outras filiais do cartório. Uma delas fica no Centro de São João de Meriti, na Baixada Fluminense.
“O cartório enganou a gente dando informações, falando que nós estaríamos casados civilmente, poderia fazer os documentos todos, e acabou que não aconteceu”, lembra o motorista de ônibus Alexandre de Almeida, uma das vítimas.
Ele conta que só se deu conta de que havia sofrido um golpe quando tentou trocar o nome da esposa e foi informado de que o documento que eles tinham era falso. Leia mais AQUI
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário