Clientes de empresa de buffet em Itabuna denunciam suposto “calote”

Na terça-feira (11), diversos clientes da empresa "Hum, Delícia", que atua no ramo de buffet em eventos, compareceram ao Complexo Policial de Itabuna para denunciar um suposto calote que estaria sendo aplicado pela dona da empresa, identificada como Norma Fernandes. De acordo com os relatos das vítimas, a empresária tem alegado não ter condições de entregar os pedidos já realizados, uma vez que passa por problemas de saúde, e teve recomendação médica pra se afastar do trabalho. Entretanto, os valores já pagos pelos clientes não foram ressarcidos, o que os deixou transtornados. Muitos desses clientes, inclusive, realizaram protestos na frente do local onde funciona a empresa, nas imediações do Jardim do O, Centro de Itabuna. Nas imagens, é possível constatar o clima de tensão causado pela situação.
Há rumores de que a mulher estaria intencionada a sair do estado nos próximos dias, o que dificultaria ainda mais o ressarcimento dos valores aos clientes. Muitos casamentos, aniversários e outros eventos já estavam agendados para os próximos dias, o que aumenta o transtorno dos clientes. A psicóloga Laysa Viana é uma das vítimas, e conversou com nossa equipe de reportagem: "Planejo o aniversário de meu filho há meses, e está marcado para o próximo sábado. Desde novembro está tudo pago com ela. Sinto muito pelas pessoas que dependem do ressarcimento para contratar novo Buffet. Ao mesmo tempo, era um transtorno previsível tendo em vista que Norma já vinha deixando várias mães na mão com atrasos no serviço", lamentou.
Em nota, Norma Fernandes tentou explicar o ocorrido. Confira, na íntegra, o comunicado da empresária. 

"Prezado cliente,

Venho por meio deste comunicado esclarecer algumas situações. Procurei a todo tempo honrar com os meus compromissos e responsabilidades. Infelizmente, não estou em condições mais de continuar atendendo e tive que ser afastada por problemas de saúde. Tentamos da melhor maneira avisar a cada um pessoalmente e vejo que isso não foi o suficiente, tendo em vista que a situação tomou proporções não imaginadas inicialmente.
Já estamos fazendo contato com todos os clientes em ordem cronológica de acordo com a data do seu evento. Todos os clientes serão comunicados pessoalmente e serão ressarcidos, mas preciso que sejam pacientes e aguardem o nosso contato. Volto a dizer, já estamos entrando em contato com os clientes em ordem cronológica de acordo com a data do evento. Pedimos sua paciência e que me seja concedido um voto de confiança. Minha intenção não é lesar qualquer cliente. Meu estado de saúde neste momento é muito delicado e por ordem médica tive que me afastar, mesmo lamentando em demasia o ocorrido. De forma alguma pretendo causar transtornos maiores dos que já estão existindo.
Creio que tudo será resolvido da melhor maneira possível. Com calma e antecedência à data de seu evento.
Desde já peço desculpas a todos e perdão por cada momento de insegurança que causei.
Conto com a paciência e confiança de vocês.
Att.,
Norma.”
Veja o vídeo AQUI
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário