TCU analisará participação de Bolsonaro em distribuição de recursos de comunicação

O TCU (Tribunal de Contas da União) vai analisar em um capítulo exclusivo, na prestação de contas anual de Jair Bolsonaro, a aplicação de recursos públicos na área de comunicação social.
A ideia é verificar se dinheiro público está sendo usado para manietar veículos, com impactos na liberdade de imprensa.
Será a primeira vez que os investimentos em comunicação serão analisados no âmbito da atuação direta do presidente da República —num entendimento de que é ele o responsável pela política adotada e pelos investimentos feitos por seu governo em veículos de comunicação.
Relatórios do TCU mostram que a TV Record, por exemplo, recebeu um percentual maior de verbas de publicidade no ano passado, enquanto a TV Globo viu os recursos diminuírem. Edir Macedo, dono da Record, apoiou a candidatura de Bolsonaro a presidente. Já a Globo é tratada por ele como inimiga.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário