Bolsonaro diz ser difícil implementação do juiz de garantias

O presidente Jair Bolsonaro, disse há pouco, na primeira transmissão semanal pelo Facebook de 2020, que é difícil a implementação do juiz de garantias, previsto na lei anticrime sancionada por ele no final do ano passado. “Acho difícil implementação do juiz e garantias; o problema está com Judiciário e vai levar anos para decidir isso”, afirmou.
Bolsonaro defendeu a existência do juiz para atuar em investigações criminais antes do oferecimento de denúncias. Ele citou que o próprio ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, contrário ao juiz de garantias, foi assessorado por outros magistrados durante a Lava Jato e afirmou que existem “maus e bons” em todas as profissões para justificar sua posição.
No entanto, o presidente criticou a polêmica sobre ele ter sancionado a lei. “Quando aprovaram o juiz de garantias (no Congresso), ninguém falou. Quando eu resolvi sancionar, apareceram os constitucionalistas e meteram fogo em mim. Sancionei tranquilo do que fiz”.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário