Após morte de acusador, Kevin Spacey tem processo de abuso sexual encerrado, diz site


Kevin Spacey teve seu processo de abuso sexual encerrado por conta da morte de seu acusador. O ator e o filho da vítima assinaram os documentos judiciais para finalizar o caso e chegarem a um acordo, segundo o The Hollywood Reporter.
Spacey foi denunciado por ter forçado uma situação com um massoterapeuta. Segundo o profissional, que não quis ser identificado, o ator o obrigou a pegar em seus órgãos genitais duas vezes durante uma massagem. Na ocasião, eles estavam na casa do Kevin Spacey.
Um juiz permitiu que o caso avançasse apesar do esforço da defesa do ex-intérprete de Frank Underwood em finalizar o processo por conta da denúncia ser anônima.
Entretanto, uma tragédia ocorreu e o acusado morreu, por conta disso os advogados do ator entraram com um aviso de morte no tribunal. Isso deu início a uma contagem de 90 dias para que os bens do acusador fossem substituídos no caso.
Em novembro, o filho do acusador pediu no tribunal se tornar o administrador especial do caso. Os arquivos de inventário citavam a urgência do processo.
Os advogados do réu e o administrador especial entraram com um acordo para encerrar o caso com prejuízo (o que significa que as reivindicações não podem ser contestadas). Nenhum termo do acordo foi tornado público.
Recentemente, outro acusador de Spacey, o autor norueguês Ari Behn, foi vítima de suicídio e foi nessa mesma época que o ator lançou outro vídeo bizarro de Natal, invocando seu personagem moralmente inescrupuloso de House of Cards, Frank Underwood.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário