Itabuna: gestantes sentem dores e perdem líquido, mas não conseguem atendimento em nenhuma maternidade


A saúde de Itabuna voltou a ser alvo de críticas e revoltas por parte da população. Duas gestantes, perdendo líquido, não conseguiram atendimento em nenhuma unidade do município. Cansados desse cenário, a população se uniu na noite de segunda-feira (02) e realizaram uma manifestação em frente ao Hospital Manoel Novaes.

Ambas as mães estiveram na Maternidade Ester Gomes e foram direcionadas para o Hospital Manoel Novaes, aonde ficaram sentindo dores e sem ninguém para prestar atendimento. Por volta das 6h50 da manhã de ontem (02) foi pedida a vaga para Luciana dos Santos. Às 13h30 foi solicitada a vaga de Nádila Severino de Freitas, que está grávida há 38 semanas, e chegou na unidade da Santa Casa por volta das 11h da manhã, sentindo muitas dores.

Foi então que, revoltados, familiares destas mulheres realizaram um protesto na porta do Hospital Manoel Novaes e colocaram fogo em pneus. O Secretário de Saúde de Itabuna Uildson esteve presente por volta das 20:00hs, mas não conseguiu solucionar a situação das gestantes. Os familiares e populares voltaram na manhã de hoje (03) e realizam uma nova manifestação pedindo por respostas, para que salvem as vidas das mães e dos seus filhos. 

Até o presente momento, as gestantes, que estão em gravidez de alto risco, se encontram na Maternidade Ester Gomes, perdendo líquido. O Blog Verdinho Itabuna está aberto para um posicionamento dos administradores das unidades de saúde em Itabuna.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário