SPM acompanha investigação do assassinato de estudante em Cachoeira

A Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA) acompanha as investigações do assassinato da estudante Elitânia de Souza da Hora, de 25 anos, e se solidariza com parentes e amigos. Aluna do sétimo semestre do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a jovem chegava em casa, na noite da última quarta-feira (27), ao retornar de uma prática de atividade física, quando foi atingida a tiros no município de Cachoeira. De acordo com informações da Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o ex-namorado da estudante, que não aceitava o fim da relação. Ele está foragido desde a morte da estudante.
“A violência contra a mulher, incluindo a sua forma mais bruta e cruel que é o feminicídio, é a principal violação dos direitos humanos. Governos e sociedade precisam estar juntos para enfrentar esse problema, já considerado uma epidemia. Cada assassinato de mulher, cada feminicídio, representa o nosso fracasso enquanto sociedade”, disse a secretária da SPM-BA, Julieta Palmeira.
Elitânia de Souza era uma jovem liderança da comunidade quilombola do Tabuleiro da Vitória, em Cachoeira. A coordenação de Enfrentamento à Violência da SPM-BA está em contato com o delegado titular de Cachoeira, João Mateus Menezes, com a representação local do Ministério Público, além do secretário municipal de Promoção da Igualdade Racial, Edvaldo Conceição, a fim de acompanhar as investigações e contribuir, no que for necessário, para a elucidação do caso e punição do agressor.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário