Eleições 2020: Itabuna já tem seis pré-candidatos


Seis nomes já se colocaram para a eleição de 2020 em Itabuna, no Sul da Bahia. Destes, dois podem se enfrentar diretamente: o médico Antônio Mangabeira (PDT) e o ex-deputado estadual Augusto Castro (PSD). Além deles, Capitão Azevedo (PTB), Geraldo Simões (PT), Eric Júnior (PP) e Som Gomes, sobrinho do prefeito Fernando Gomes (sem partido), devem concorrer. A cidade conta com 212.740 mil habitantes, segundo dados do IBGE. Em 2016, Fernando Gomes se elegeu pelo DEM e obteve 32% dos votos, com 34.152 mil. Em segundo ficou Mangabeira, com 17%, obtendo 18.813. Augusto Castro, na época pelo PSDB, com 16% e Capitão Azevedo com 16%. Segundo a imprensa local, atual prefeito acumula alta rejeição, o que deve inviabilizar eleger um sucessor. Ele já declarou que não disputará a reeleição.

Fernando Gomes e Mangabeira protagonizaram um embate judicial recentemente. Em junho, a 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna concedeu liminar determinando a reintegração imediata do médico ao quadro da Secretaria de Saúde do município. Servidor público federal, ele era o único médico hematologista e oncologista a atender pelo SUS na Policlínica Dois de Julho e foi impedido de voltar às suas funções após pedir licença em 2018, quando foi candidato a deputado federal.

Segundo informações do Diário Bahia, o profissional relatou na ação que "após o término da sua licença, em 19.11.2018, foi impedido de atender aos pacientes na Policlínica Dois de julho, sob a informação de que não mais comporia o quadro de funcionários da secretaria municipal". Na corrida eleitoral, Augusto Castro, por sua vez, conta com o crivo do senador e presidente do PSD na Bahia, Otto Alencar. Ele foi o estadual mais votado na cidade ano passado, embora não tenha sido reeleito. Além de Augusto, do grupo de Rui, o médico da Santa Casa de Misericórdia, Eric Júnior, é o nome do PP, partido do vice-governador João Leão, atual presidente da sigla no estado, e Geraldo Simões, do PT, partido do governador.

Capitão Azevedo foi prefeito de 2009 a 2012 e está se movimentando para ser candidato em 2020. Ele tem sido cogitado pelo grupo do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) e pelo grupo do PL, liderado pelo ex-deputado José Carlos Araújo. Mangabeira também é cotado para ganhar o apoio do DEM.

A eleição, marcada para 4 de outubro de 2020, será a primeira em que os partidos não poderão fazer alianças para disputar as câmaras municipais – somente para as prefeituras. O 2º turno das votações será realizado no dia 25 do mesmo mês.

DATA-LIMITE


Para votar normalmente nas próximas eleições, marcadas para o dia 4 de outubro de 2020, o eleitor deve ficar atento ao dia 6 de maio (151 dias antes do pleito), data-limite para tirar o título, regularizar sua situação eleitoral, alterar dados cadastrais e transferir seu domicílio eleitoral. Caso não regularize sua situação, o eleitor poderá ter o título cancelado. Contudo, é importante lembrar que o título de eleitor precisa estar regular para que o cidadão esteja em dia com outros documentos, tais como passaporte e carteira de identidade.

A regularidade do título também é exigida para: obtenção de empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo; inscrição em concurso público, investidura e posse em cargo ou função pública; renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e prática de qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou Imposto de Renda, entre outros. (Tribuna Bahia)
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário