Décimo terceiro deve injetar R$ 9 bi na economia baiana


O dia de 30 de novembro, para o trabalhador brasileiro, pode ser considerado um momento de alívio, pois esta é a data limite para o recebimento da primeira parcela do 13º salário. Mas, além dele, quem também está de olho nesse dinheiro é o comércio em geral, principalmente com a proximidade de datas importantes como a Black Friday e o Natal.

E a expectativa é bastante positiva pelo segmento, uma vez que, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), essa remuneração extra deve injetar cerca de R$ 9 bilhões até o final deste ano, somente na economia baiana, aproximadamente 4,13% do valor total do Brasil, que é de R$ 214,6 bi.

Na Bahia, o número de pessoas que vai receber o 13º salário foi estimado em 4,4 milhões de pessoas – uma média de pouco mais de R$ 2.045 por trabalhador. No estado, os empregados do mercado formal, entre àqueles com carteira assinada ou que estão sob algum regime estatutário representam 53,6%, enquanto pensionistas e aposentados do INSS equivalem a 46,4%. Por último, os empregados domésticos, com carteira assinada, respondem por 1,6%.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário