Esposa de homem que matou tenente da PM é encontrada morta em geladeira

A esposa de Luan Nilton Martins, de 30 anos, que na quarta-feira passada matou a tiros o tenente da Polícia Militar Felipe Atanázio, de 24 anos, foi encontrada morta. O corpo da pastora Ione dos Santos, de 47 anos, estava escondido na geladeira de casa e foi encontrado pelo irmão, em Vera Cruz, zona rural de Miguel Pereira (RJ). 
O tenente, juntamente com outros oficiais, estavam em um posto de combustíveis nas margens da rodovia Marechal Rondon (SP-300), na região Bauru, quando flagraram um acidente de trânsito causado por Luan. Felipe foi ao encontro dos envolvidos para auxiliar e acabou baleado pelo criminoso que estava armado com uma pistola .40 com a numeração suprimida.
Felipe tinha 24 anos e havia ingressado na PM em 2014.

Os demais policiais se abrigaram no posto e houve troca de tiros. Luan acabou atingido e também morreu no local. Dois militares ficaram feridos.
De acordo com a imprensa carioca, o laudo apontou que a pastora Ione dos Santos teria morrido por asfixia mecânica. Ela pode ter sido enforcada ou estrangulada.
A principal hipótese levantada pelas autoridades é que após matar a mulher, Luan estava fugindo para a região de Bauru e por isso atirou contra o policial, matando o tenente e acertando outros dois oficiais.
Luan era ex-presidiário e morava junto com a pastora Ione.


Com informações do JC Net
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário