Dono de hamburgueria é perseguido e assassinado em Itabuna



Segundo dia de Outubro, segundo homicídio do mês. Mardson Felipe Modesto Santos, de 32 anos, foi morto a tiros na noite de quarta-feira (02) em Itabuna. O crime aconteceu no bairro Sarinha Alcântara por volta das 20h30, momento em que a vítima foi perseguida por dois homens em uma moto, os quais atiraram por várias vezes no carro em que ele estava.

Os primeiros disparos aconteceram próximo a praça do bairro. Mardson foi surpreendido pelos assassinos que já chegaram atirando. Cerca de dez disparos de uma arma de grosso calibre atingiram a cabeça, o braço e o abdômen da vítima. Ele ainda tentou escapar dos criminosos, seguindo pela rua Epitácio, mas, acabou batendo o carro, de placa PJY 1460 , em um poste, morrendo ainda no local.

A Polícia Militar chegou na cena do crime e de imediato acionou o SAMU que, por sua vez, deu o óbito da vítima. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) chegou e encaminhou o corpo para o IML. Para trás, só ficaram rastros de sangue no banco do carro e marcas de tiro nas laterais e no para-brisa do veículo.


Sobre a vítima

Mardson era um dos proprietários de uma hamburgueria no bairro Sarinha Alcântara, em Itabuna. Antes disso, havia trabalhado como mototaxista na cidade de Itabuna.

De acordo com a Polícia, mesmo a vítima sendo um dos proprietários do estabelecimento, ele fazia parte do mundo crime de maneira sigilosa. Ainda segundo os policiais, ele trabalhava para um traficante de alta periculosidade, o qual ainda não pode ter sua identidade revelada. Informações dão conta de que esse traficante comanda o tráfico em Itabuna de outra cidade, ou até mesmo país, podendo ele está morando no Paraguai.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário