Devemos tentar ser pelo menos um dia por ano o que foi Irmã Dulce, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comemorou na terça-feira (15) a canonização da Irmã Dulce, primeira santa brasileira reconhecida pela Igreja Católica. “Nós temos uma santa brasileira, Irmã Dulce dos Pobres. E o que fica da obra dela é nós tentarmos ser pelo menos um dia por ano ser o que foi Irmã Dulce. Uma mulher que levou esperança para muita gente, seu sacrifício, sua determinação. Levou o bem, tirou as dores e curou muita gente ai”, disse Bolsonaro.
A fala do presidente foi feita durante cerimônia no Palácio do Planalto em que houve a liberação de R$ 18 milhões para o hospital Santo Antônio, em Salvador. A unidade de saúde está entre as obras sociais de Irmã Dulce. O dinheiro foi liberado pelo Ministério da Saúde.


“Estamos muito felizes com este momento, afinal de contas, uma parte considerável da população brasileira é católica, e a grande parte da população é cristã”, afirmou Bolsonaro. Ele lamentou não poder comparecer a uma cerimônia em comemoração à canonização da santa em Salvador no próximo domingo (20), como estava previsto inicialmente. Na noite de sábado (19), Bolsonaro embarca para uma viagem por países da Ásia e do Oriente Médio.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário