Deputada do PSL tinha planilha para oferecer cargos em ministérios, dizem colegas

A deputada Bia Kicis (PSL-DF), uma das mais próximas do presidente, teria oferecido uma lista de cargos no governo de Jair Bolsonaro a parlamentares do Distrito Federal. 
A relação voltou a circular em grupos de WhatsApp em meio à disputa no PSL, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha.
Em maio, Bia fez uma reunião em seu gabinete, quando teria oferecido os cargos. “Ela mostrou uma planilha e disse que falava em nome do governo”, acusa a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF).
Celina Leão (PP-DF) e Luis Miranda (DEM-DF) estavam presentes. “Eu e Celina fomos até duras: dissemos que não queríamos cargo algum”, diz Flavia. 
“O assunto não agradou os parlamentares presentes. Porém, prefiro não comentar”, afirma Miranda.
Procurada pela coluna, Bia Kicis não respondeu. A lista tinha postos dos ministérios da Economia e das Minas e Energia, da Agência Nacional de Mineração (ANM), além de consultorias e assessorias da superintendência regional da CPRM (Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais). Na pasta da Economia, foram apresentados cargos no INSS.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário