Brasil sofre, mas vence Azerbaijão no tie-break e fica a uma vitória de Tóquio 2020

Tudo parecia caminhar a favor do Brasil na segunda rodada do Pré-Olímpico. Parecia. Depois do primeiro set tranquilo, o time de José Roberto Guimarães caiu de rendimento e viu o Azerbaijão crescer no jogo. Os ataques com bola alta nas extremidades e o bom saque adversário dificultaram a vida do Brasil. A saída foi contar com as bolas de meio para empatar no quarto set e vencer a partida no tie-break: 3 sets a 2 (parciais de 25/13, 23/25, 21/25, 25/19 e 15/12), em 2h10, na Arena Sabiazinho, em Uberlândia. Com 26 pontos, Polina Rahimova foi a maior pontuadora do jogo. Pelo lado brasileiro, Gabi anotou 17 e Mara 15.
Com o fim da segunda rodada, o Brasil está na segunda colocação com duas vitórias e cinco pontos. A República Dominicana, que venceu Camarões por 3 sets a 0 (parciais de 25/20, 25/19 e 25/14), lidera com duas vitórias e seis pontos. Mesmo perdendo pontos na segunda rodada, a seleção brasileira ainda depende só dela para carimbar o passaporte para Tóquio 2020. Basta vencer a República Dominicana por qualquer placar - o primeiro critério de desempate é o número de vitórias.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário