Sesab emite nota sobre água no estado após reclamações de habitantes

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu uma nota, na quinta-feira (16), sobre os casos envolvendo uma suposta contaminação da água no estado. No texto, a Sesab diz que a responsabilidade pelo monitoramento da qualidade da água é da Embasa e de outros prestadores de serviço de abastecimento da água. Entre esses, estão os Serviços Autônomos de Água e Esgoto (SAAE) e as empresas municipais da abastecimento de água. Nos últimos dias, moradores de Salvador e de outros municípios do estado têm reclamado de ardência nos olhos após contato com a água, além do forte cheiro de cloro, segundo relatos. A informação foi divulgada pelo jornal Correio*. No entanto, a Sesab afirma que, nos municípios que supostamente possuem os maiores índices de contaminação (São Félix do Coribe, Mucugê, Itapetinga, Camaçari, Salvador e Feira de Santana), foram detectadas substâncias que estão abaixo dos valores máximos permitidos pela legislação vigente. Dessa forma, de acordo com o órgão, os resultados não representam ameaça à saúde da população baiana. A justificativa para os altos índices são o uso intensivo de agrotóxicos. A Diretoria de Vigilância Sanitária Ambiental (Divisa) pede ainda que, caso sejam encontrados “valores acima do padrão de potabilidade da água ou presença constante de substâncias”, as vigilâncias regionais e municipais devem notificar os prestadores de serviços de abastecimento de água para que tomem providências de melhoria no tratamento do recurso.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário