Cabeleireiro é encontrado morto dentro de casa em Camacan

No domingo (05), o cabeleireiro José Raimundo Santana foi encontrado morto dentro de sua residência, por amigos e vizinhos, que acionaram a Polícia Militar. O corpo de Zé Raimundo foi encontrado despido e apresentava marcas de violência, o que indica assassinato. 
A vitima morava no bairro Antônio Elias Ribeiro. O imóvel onde o corpo do cabeleireiro foi encontrado, onde também funcionava o salão de beleza da vítima, estava todo revirado. Também há indícios de que houve luta corporal entre a vítima e o autor do homicídio. Havia sangue espalhado por todo o quarto, sobre a cama e no chão.
Os peritos não encontraram perfurações oriundas de arma de fogo ou arma branca, apenas um corte no supercílio e hematomas provindos de pancadas, provavelmente aplicados por socos, pontapés ou ainda, algum objeto. O crime deve ter ocorrido entre a noite de sábado (04) e a madrugada de domingo, já que a vítima foi vista durante o dia, ainda no sábado, em companhia de dois rapazes.
José Raimundo era homossexual e a polícia trabalha com a possibilidade de crime passional, ou ainda, que alguém tenha se aproveitado da vítima, cometendo um possível latrocínio. A carteira com os documentos da vítima foi encontrada em outro ponto da cidade, já nas imediações do Terminal Rodoviário de Camacan.
Outras linhas de investigação, evidentemente, serão consideradas, mas essas são as principais. Cachaça e cigarros foram encontrados na residência, mas a vítima não tinha hábito de ingerir esse tipo de bebida alcoólica nem fumava, segundo relatos de conhecidos dele, o que indica a presença de outra (s) pessoa (s) na casa.
O episódio assemelha-se em alguns pontos ao caso do estilista Mar Ramos, assassinado em agosto de 2018, em Itabuna. José Raimundo e Mar Ramos, inclusive, eram amigos, e infelizmente foram vítimas da crueldade de algum indivíduo. 
Zé Raimundo era bastante popular e muito querido na cidade. Os relatos são de que era pessoa de bem, sem envolvimento com a criminalidade. O crime chocou os moradores de Camacan. A polícia investiga o caso. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna removeu o corpo da vítima.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário