Jorge Jesus não acertará com o Vasco

O Vasco voltou à estaca zero na busca por um técnico. Jorge Jesus, plano A do clube, decidiu permanecer na Europa, pelo menos por enquanto, e aguardar o fim dos campeonatos do continente.
Livre no mercado depois de sair do Al Hilal, da Arábia Saudita, Jorge Jesus conversou diversas vezes por telefone com dirigentes do Vasco desde a semana passada. O Cruz-Maltino chegou a discutir valores, a possibilidade de o técnico vir ao Brasil para conhecer o clube, mas as conversas foram interrompidas.
Jorge Jesus é empresariado pelo israelense Pini Zahavi, que ajudou a levar Neymar para o PSG, da França. O agente aconselhou o treinador a esperar o fim dos campeonatos europeus, no meio do ano, acreditando que ele terá mercado em algum grande clube do continente.
Fã declarado do futebol brasileiro, o treinador português não fechou as portas para o Cruz-Maltino, mas já avisou que não vai tomar uma decisão agora. O Vasco, que depositava muitas fichas na contratação de Jorge Jesus, ainda busca um substituto para Alberto Valentim.
O trabalho mais marcante de Jorge Jesus foi pelo Benfica, de Portugal. Ele conquistou 10 títulos pela equipe: três do Campeonato Português, uma Taça de Portugal, cinco taças da Liga e uma Supertaça Cândido de Oliveira. Pelo Sporting, o treinador foi campeão da Taça da Liga e da Supertaça Cândido de Oliveira uma vez. Em seu país, foi eleito melhor técnico três vezes.
O bom histórico faz Pini Havazi e o próprio treinador acreditarem que pode pintar uma boa proposta do futebol europeu no meio do ano.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário