Ex-Presidente da CBF é banido perpetuamente do futebol e pagará muta milionária

A Fifa anunciou hoje (15) que José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), está banido do futebol. A decisão foi tomada pelo Comitê de Ética independente da entidade. Marin responde a diversos processos e foi multado em 1 milhão de francos suíços (R$ 3,8 milhões).
Ele foi considerado culpado pela prática de suborno enquanto foi dirigente. "A investigação sobre o senhor Marin revelou vários esquemas de suborno, em particular entre 2012 e 2015, na relação com seu papel em conceder contratos a empresas de mídia e direitos de marketing de competições da Conmebol, Concacaf e CBF", afirmou a Fifa, em comunicado. Em agosto do ano passado, o ex-presidente da CBF foi condenado a quatro anos de prisão pela justiça americana por envolvimento em esquemas de corrupção. Ele segue preso nos EUA.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.