Dona de clínica de bronzeamento é indiciada por lesão corporal

Do G1/BA

A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou por lesão corporal culposa (quando não existe a intenção de cometer o crime) a mulher responsável pelos procedimentos de bronzeamento de fitas em uma clínica que teve clientes queimadas após o serviço, no bairro São Caetano, em Itabuna, no sul da Bahia. 
De acordo com informações da polícia, o inquérito contra Lorena Fonseca, que é filha da dona do estabelecimento, será encaminhado para o Ministério Público da Bahia (MP-BA).Doze mulheres denunciaram a clínica de estética Divas Bronze por causa de queimaduras após o procedimento. A mulher disse, em depoimento, que não sabe o que aconteceu e informou que sempre usou os mesmo produtos e as mesmas técnicas e que nunca houve casos de clientes queimadas durante ou após o procedimento.
Segundo a polícia, as primeiras vítimas começaram a registrar o caso na Delegacia da Mulher de Itabuna 12 dias depois de fazerem o bronzeamento na clínica Divas Bronze, que fica no bairro São Caetano. O estabelecimento está fechada desde março. Em nota enviada à produção da TV Santa Cruz, na época do ocorrido, a dona da Divas Bronze, Joelma Silva, disse que a empresa tem todos os alvarás e licenciamentos necessários, e que os produtos usados no estabelecimento são liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 
Segundo relatos das vítimas à polícia, depois das denúncias, muitas mulheres começaram a pesquisar se os procedimentos adotados na clínica de bronzeamento estavam de acordo com a legislação. Elas desconfiam que as queimaduras podem ter relação com irregularidades, como a utilização de produtos manipulados e a exposição ao sol excessiva e fora do horário recomendado. (G1)
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário