Temer vira réu no caso da mala de R$ 500 mil da JBS

A Procuradoria da República no Distrito Federal pediu e a Justiça acatou denúncia contra o ex-presidente Michel Temer (MDB) no caso da mala com R$ 500 mil, de 2017. Naquele ano, o ex-deputado Rocha Loures (MDB-PR) foi filmado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil do executivo da JBS Ricardo Saud, em uma pizzaria em São Paulo. 
Ele ficou conhecido como o homem da mala de Temer e se tornou réu no processo do caso, acusado de corrupção passiva. De acordo com informações do G1, a decisão foi do juiz Rodrigo Bentemuller, da 15ª Vara da da Justiça Federal em Brasília. 
Bentemuller acolheu denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal em Brasília. Temer se tornou réu pelo crime de corrupção passiva. A denúncia já havia sido apresentada em 2017, quando ele era presidente, mas a Câmara barrou a investigação.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia.