Guaidó é proibido de ocupar cargos públicos na Venezuela por 15 anos

O líder oposicionista e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, foi proibido de ocupar cargos públicos por 15 anos, segundo anunciou ontem (28) o controlador-geral do país, Elvis Amoroso. De acordo com o funcionário do governo, foram encontradas inconsistências nas informações financeiras de Guaidó, que levaram à avaliação de que seus gastos não correspondiam ao seu nível de rendimentos.
Com isso, o órgão decidiu inabilitá-lo “para o exercício de qualquer cargo público ao cidadão pelo período máximo estabelecido por lei". Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Guaidó se autodeclarou presidente interino em janeiro. O ato foi reconhecido por mais de 50 países, incluindo Brasil e Estados Unidos.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.