Justiça italiana recebe pedido de coleta de DNA de CR7, acusado de estupro

O Ministério da Justiça italiano anunciou, na sexta-feira (11), que recebeu o pedido de coleta de DNA de Cristiano Ronaldo feito pela polícia de Las Vegas (EUA) como parte das investigações da acusação de estupro feita por Kathryn Mayorga. A informação é do jogador Corriere della Sera. O governo italiano está analisando o pedido para ver se há compatibilidade entre o processo criminal na Itália e nos EUA. Se existir concordância, será requisitado o exame do atacante da Juventus. Na última quinta-feira (10), Ronaldo prometeu realizar o exame de DNA para ajudar a polícia americana. Kathryn Mayorga alega que o astro do futebol mundial abusou sexualmente dela em um hotel de Las Vegas, em 2009, após ambos se conhecerem em uma festa; o português, a princípio, tratou o caso como um "espetáculo midiático". A defesa de Ronaldo, em comunicado divulgado no início da noite de quinta, manteve a posição sobre a "natureza consensual" da relação e declarou ver a convocação como uma "parte padrão da investigação" e corroborou com a informação de que o astro colaborará com o pedido da polícia.O processo mostra que o português supostamente pagou cerca de R$ 1,5 milhões na cotação atual em troca do silêncio da americana.
A história se tornou pública somente no ano passado, e Kathryn Mayorga alega que a suposta agressão sexual de Ronaldo trouxe traumas psicológicos, acumulados pelo período em que se calou. A acusação de estupro desencadeou outra crítica pública por parte de uma mulher. Ex-participante do Big Brother de Celebridades na Inglaterra, a modelo Jasmine Lennard afirmou que manteve um relacionamento secreto de uma década com o craque da Juventus, no qual acabou submetida a abusos psicológicos e sofreu, supostamente, até ameaças de morte.
A defesa de Cristiano Ronaldo, ao TMZ, negou qualquer relação amorosa com a britânica. "O senhor Ronaldo não tem qualquer lembrança específica de conhecer a Srta. Lennard há dez anos ou em qualquer ponto da vida. Ele não teve relacionamento com ela e qualquer contato nos últimos 18 meses, como a Srta. Lennard sugere", disse, em comunicado, a defesa de Cristiano Ronaldo.
O português vai entrar com um processo contra Lennard, que usou as redes sociais para realizar as acusações contra o camisa 7 da Juve.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário