Casal suspeito de agredir menino no DF será indiciado por vias de fato e constrangimento

O casal suspeito de agredir uma criança de 6 anos, em um condomínio fechado da Octogonal, em dezembro passado, será indiciado por vias de fato — quando há uma agressão física que não causa lesão corporal — e por submeter o filho a constrangimento. Segundo o Correio Braziliense, para a polícia, ao ordenar que o filho agredisse outra criança, o pai o constrangeu. Já o crime de vias de fato, quando há uma agressão física que não causa lesão corporal, gera uma pena de 15 dias a três meses de prisão simples.
O caso aconteceu na tarde de 9 de dezembro, após um acidente na quadra de esportes do condomínio. O vídeo de câmeras de segurança mostra crianças jogando futebol, quando um dos garotos tropeça sozinho na bola e cai. O pai do menino que caiu aparece nervoso na quadra, segura a criança que estava ao lado do filho e manda o menino bater no rosto da outra criança. Momentos depois a mãe do menino chega ao local e também empurra o garoto, que cai no chão. À publicação, o advogado do casal, Everardo Braga Lopes, disse que ainda não foi comunicado sobre o andamento do inquérito e explicou que seus clientes estão "abalados e traumatizados”.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário