Popó desiste da política e diz que presidente do PDT-BA não cumpriu palavra

Candidato derrotado a deputado federal, Acelino “Popó” Freitas acusou o presidente do PDT-BA, Félix Mendonça Junior, de não ter cumprido uma palavra, durante entrevista à Rádio Metrópole, na terça-feira (16). “Muitas pessoas falaram para mim: ‘não confie em Felinho’, mas como diz uma parte da Bíblia: ‘Maldito o homem que confia no homem’”, disse ele, ao Bahia Notícias, na quarta (18). De acordo com Popó, Félix prometeu a ele micro-ônibus, subsídio e robusta verba partidária. “Como você vai viajar a Bahia com R$ 30 mil durante quase dois meses de campanha?”, questionou. A decepção do ex-pugilista fez ele se aposentar da política. “As pessoas não acreditam no nosso projeto. Tem memória curta”, disse. Para ele, o melhor segundo turno das eleições presidenciais seria Geraldo Alckmin (PSDB) contra Ciro Gomes (PDT). Procurado, Félix Junior disse que “Popó ficou chateado com o resultado”. “Eu estaria também”, minimizou.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário