Bolsonaro ganha palanques fortes no país, mas faltam aliados no Nordeste

Com uma candidatura com só coligação com o nanico PRTB no primeiro turno, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recebeu apoios entre candidatos a governadores durante a campanha e chega com a possibilidade de ter palanques fortes pelo Brasil no segundo turno. A questão é que a única região onde não tem aliados fortes é o Nordeste, justamente onde perdeu em todos os estados. É a região onde o candidato foca para obter mais votos para bater Fernando Haddad (PT). Desde o início, a campanha de Bolsonaro atuava com poucos apoios nos estados, organizada de forma isolada e apenas ao lado dos candidatos do seu partido, o PSL. Foram postulantes a governadores que aderiram ao presidenciável para colar em sua popularidade. Além disso, houve apoio de duas frentes parlamentares agropecuária e evangélica, embora não em sua totalidade (há membros do PT e PDT nestes grupos).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia.

0 comentários:

Postar um comentário