TJ mantém decisão que anulou júris do massacre do Carandiru

A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu manter a decisão que anulou a condenação de policiais militares pelos assassinatos de presos no massacre do Carandiru em 1992. A determinação foi expedida hoje (22), após divulgação dos embargos de declaração do Ministério Público contra a decisão da segunda instância de 2016. Com a rejeição do recurso, por decisão unânime, os desembargadores da 4ª Câmara do TJ mantiveram a mesma posição anterior do colegiado, que anulou os cinco júris da primeira instância da Justiça quando 74 agentes da Polícia Militar foram condenados pelos assassinatos de 77 detentos. O julgamento dos embargos foi refeito pelo TJ por determinação do Superior Tribunal de Justiça, representante da terceira instância.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário