Preso, acusado de tentar estuprar adolescente após festa no “Memel” já teria atacado outras duas mulheres

Ele é acusado de perseguir e tentar estuprar uma adolescente, quando esta saía do “Bar do Memel”, na BR-101, em Itabuna. Após denúncia da vítima, Luciano Nunes Caetano, de 40 anos, foi preso numa ação da Polícia Militar.
No entanto, o suspeito negou o ataque, em depoimento no Complexo Policial. Ele garantiu que não tinha "intenção" de estuprar a menina, fato veemente contestado pela menor, que relatou ter sido, ainda, agredida por Caetano. Prova disso é que a vítima apresentava arranhões pelo corpo. Ela contou que foi derrubada pelo suspeito, quando ele a agarrou à força. O estupro não teria sido consumado porque a adolescente conseguiu escapar e ligou para a PM. 
Mesmo alegando inocência, a situação de Luciano é bem mais complicada. É que esta não é a primeira vez que ele é acusado de tentativa de estupro. O homem já foi detido outras duas vezes pelo mesmo crime.

Atualizada: 
Luciano Caetano quase foi linchado por populares, que ouviram os gritos da menor. Com alguns ferimentos, ele foi levado para o Hospital de Base, onde foi medicado e, em seguida, levado para o Complexo Policial.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário