PF abre inquérito sobre propina em plataformas da Petrobras

A Polícia Federal abriu inquérito, no âmbito da Operação Lava Jato, para investigar uma suposta propina em contratos da Petrobras com a empresa Technip. De acordo com o Estadão, a investigação envolve cinco plataformas e o procedimento foi iniciado em dezembro do ano passado. A suspeita de vantagem indevida foi delatada por Zwi Skornicki, operador de propina na empresa, que apontou a “anuência de Frederic Delormel, executivo da Technip”. Os procuradores veem indícios de lavagem de dinheiro e corrupção passiva e ativa no caso.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia.