23/06/18 - Programação do Ticomia 2018 - Ibicuí - BA

23/06/18 - Programação do Ticomia 2018 - Ibicuí - BA

Brega Light 2018 – Programação São João Ibicuí - Confira Mais

SIGA NO TWITTER

Município

[Ibicaraí e Região][twocolumns]

Municípios

[Municípios][bleft]

Médicos são capacitados pelo Detran para atender pessoas com deficiência

Neste final de semana, 60 médicos foram capacitados em Salvador para atuar na Junta Médica Especial do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA). Eles participaram do curso “O Exame de Aptidão Física e Mental da Pessoa com Deficiência”, realizado em parceria com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), com carga horária de 20 horas aulas teóricas e práticas sobre as regras do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (Abnt), realizadas no Centro de Convenções do Hotel Fiesta e na sede do Detran. “Por meio desse curso, vamos reduzir o tempo de espera por perícia médica e compensar a redução no quadro de médicos, em função da aposentadoria de mais de 50% do pessoal”, afirmou o diretor-geral do Detran, Lúcio Gomes.
O presidente da Abramet na Bahia, Antônio Meira, destacou o papel do perito na avaliação de pessoas com deficiência física. “Observamos que 90% das pessoas que procuram o serviço no Detran não apresentam de fato uma deficiência ou incapacidade. Existe uma confusão com a isenção que garante até 32% de desconto na compra de veículos adaptados. Por isso, o órgão tem tido uma grande demanda. O médico não pode fazer restrições acima daquelas necessárias. Quando negamos o laudo a uma pessoa, estamos permitindo que ela dirija qualquer veículo, não estamos tirando dela o direito de dirigir”. 
A parte prática do curso, no Detran, teve a participação de instrutores de autoescolas da capital. Há três anos, Reginaldo Pereira dos Santos trabalha no setor e chama a atenção para o perfil de quem se submete à perícia. “Lidamos diariamente com candidatos que perderam algum membro em um acidente de trânsito e precisam voltar a dirigir. O nosso trabalho é mais psicológico do que técnico, pois eles querem ser reintegrados ao tráfego, mas em outra condição. A pessoa que tem paraplegia, por exemplo, deve dirigir um veículo com câmbio automático, acelerador e freios de mão, além de direção hidráulica”.
Poste um Comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :


Geral

[Geral][twocolumns]

.

.

Esporte

[Esporte][bleft]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Jurídicas

[Jurídicas][bleft]