Ibicaraí e Região

[Ibicaraí e Região][twocolumns]

Bastidores da Política

[Bastidores da Política][bleft]

Perícia constata fraude em eleição do PT

  Um perito criminalístico do Departamento de Polícia Técnica (DPT) contratado pelo diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) fez uma descoberta que já está dando dores de cabeça para a cúpula do partido na Bahia. Documentos divulgados pelo site da própria sigla mostram que uma perícia encontrou irregularidades nas assinaturas de eleitores que votaram nas eleições do partido no mês passado.
   Mais de 100 recursos foram apresentados após o laudo. Disputam o comando da sigla o deputado federal Waldenor Pereira, a ex-prefeita de Uruçuca, Fernanda Silva e o atual presidente, Everaldo Anunciação. O perito José Antonio Vilela Dourado, que assina o parecer, constatou que algumas assinaturas foram grafadas pela mesma pessoa. Foram registrados casos semelhantes nas cidades de Nazaré, Gentio do Ouro, América Dourada, Uruçuca, Boa Vista do Tupim, Piatã, Aramari, Gandu, Prado e Ibipeba.
   Nas cidades de Prado, Gentio do Ouro e Piatã, filiados já falecidos tiveram seus nomes assinados na lista de presença. Em Mucugê e Itiruçu, o resultado foi ainda mais alarmante: não houve o processo eleitoral na região. Em contato com a Tribuna, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) negou que o partido tenha contratado qualquer perícia e disse que já entrou em contato com a Presidência do Partido para decidir quais medidas serão tomadas.
    “Eu desconheço que o PT tenha feito perícia. Conversei com o presidente do partido, que também me informou que não fez nenhuma perícia eleitoral. Se alguém está falando em nome do PT, essa pessoa está mentindo. Se por acaso alguém tomou a iniciativa de fazer individualmente, ela é que tem que responder”, afirmou ao jornal. “Acho ruim nesse momento que as discussões internas do nosso partido sejam tratadas de forma, na minha opinião, equivocada. 
   Quem tem que falar pelo PT e pelas eleições do PT é a direção do PT. A direção está neste momento reunida em Brasília discutindo os recursos”, continua Rosemberg. “Se alguém fez recursos sobre essas questões, será decidido pela executiva nacional do PT. Se tem recursos”, continuou. Rosemberg também disse não ter a “menor ideia” de quem pediu a perícia e de quem vazou os documentos: “Acho que deve ser uma brincadeira de má-fé. Quem fez isso está querendo muito mais expor o PT a críticas do que ajudar o PT nesse momento que tentam criminalizar a política nacionalmente”. O presidente da sigla na Bahia, Everaldo Anunciação, não foi encontrado pela reportagem da Tribuna para comentar o caso.
Poste um Comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

No comments :


Geral

[Geral][twocolumns]

.

.

Esporte

[Esporte][bleft]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Jurídicas

[Jurídicas][bleft]