Ibicaraí e Região

[Ibicaraí e Região][twocolumns]

Bastidores da Política

[Bastidores da Política][bleft]

Prefeito de Ibicaraí abre trabalho do legislativo e declara: “Encontramos o município abandonado”

   Na noite da última segunda-feira, dia 20, o prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, realizou a abertura dos trabalhos do Legislativo de 2017. Durante a sessão, o prefeito relatou a situação que recebeu o município. Segundo Brandão, ao iniciar a gestão, encontrou a cidade totalmente abandonada, demonstrando completo descaso, pela gestão anterior, e desperdício do dinheiro público.
  Na educação, o prefeito relatou, durante o seu discurso, ter encontrado existência de grandes divergências salariais na folha de pagamento dos servidores da educação de dezembro de 2016, que inclusive não foi paga pela gestão passada. Além de pagamento de funcionários fantasmas, pagamento sem critério do auxílio transporte e pessoas aposentadas que ainda estavam na folha de pagamento. De acordo com Brandão, tais inconsistências, na pasta, geravam uma despesa mensal de R$80.000,00, sem falar do débito com fornecedores e aluguéis.
   Ainda sobre a educação, o gestor fez questão de destacar a precariedade que acharam as unidades escolares e os equipamentos esportivos, além dos Convênios da Educação e Esporte, que se encontram irregulares e impossibilitam o governo de buscar, junto ao Governo Federal, qualquer aditivo de prazo ou financeiro para a conclusão das obras, sendo necessário ter que devolver à União os recursos restantes. “Encontramos prédios escolares que não têm as mínimas condições de funcionamento. Inclusive, tivemos que deslocar os estudantes de algumas unidades para outros prédios, até solucionar os problemas dos locais”, informou Brandão.
   Na Saúde, segundo o relatório apresentado, os problemas vão desde a questão estrutural das Unidades de Saúde até a falta de medicamento nas farmácias municipais. “Recebemos os postos em péssimo estado de conservação, todas as carências estruturais foram detectadas e algumas já foram sanadas, restando obras que aguardam a finalização de processos licitatórios para começarem. Também encontramos um estoque baixo ou quase inexistente de remédios na farmácia básica do Município”, esclareceu Brandão.
   Ainda durante a sessão, o prefeito destacou a situação precária que foi encontrada a secretaria de Infraestrutura, prejudicando o desenvolvimento das atividades atribuídas à pasta. “Cabe expor a inexistência de ferramentas para a realização dos serviços, bem como equipamentos de execução e de segurança para os servidores realizarem as atividades, a exemplo de luvas, botas, cintos de segurança, alicates, escadas e outros materiais simples, gerando assim, diversos transtornos na execução das ações”, informou o prefeito.
   Ainda teve destaque no setor, a questão das ruas que precisam de calçamento ou pelo menos cascalhamento e patrolamento, praças abandonadas, ruas extremamente esburacadas, a Av. São Vicente de Paula, principal avenida da cidade, precisando de recapeamento asfáltico, a rede de esgoto com sérios problemas, bairros desprovidos de saneamento básico, feira livre desprezada, estradas vicinais com necessidade de restauração e cemitérios superlotados e necessitando de uma atenção especial.
   “Quanto à limpeza pública, encontramos uma cidade “jogada às traças” e uma enorme falta de respeito com o cidadão ibicaraiense, que presenciava diariamente sujeira e amontoados de lixo espalhados pela cidade. Nesses 50 dias de governo, mesmo com toda a dificuldade e falta de equipamento, já conseguimos resolver diversos problemas e eliminar pontos viciados de entulho”, citou Brandão.
    Sendo composta por 1 caçamba do PAC, 1 caçamba Mercedes, 1 caçamba Ford F11000, 2 motos niveladoras, 2 retroescavadeiras, 1 F4000 e 1 pá carregadeira, a frota de veículos também foi encontrada em estado de deterioração. “Todos os veículos foram recebidos com necessidade de troca de pneus, revisão e manutenção mecânica, sendo que alguns já estavam no nível de sucata. A caçamba F11000 estava com a parte elétrica e mecânica inexistente e necessitando de uma reforma em toda a chaparia, assim como a F4000. A pá carregadeira foi encontrada, assim como uma das motos niveladoras, sem a bateria de alimentação e necessitando de reparos na parte mecânica, enquanto que a outra moto niveladora demanda a aquisição da lâmina de patrolamento, do escarificador e da manutenção do sistema de refrigeração. Concluindo, as 2 retroescavadeiras foram deixadas com a necessidade de revisão, manutenção e aquisição de peças para recuperação mecânica” informou o gestor.
   Por fim, o prefeito expôs a situação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto-SAAE, que foi encontrado em situação similar ao da Administração Direta, necessitando de interferências urgentes na estrutura, como reforma e pintura na sede, além de péssima situação financeira e dívidas, como o INSS, salário de dezembro, férias, fornecedores e energia elétrica que, somadas, chegam a mais de R$ 200.000,00.
    Estiveram presentes na sessão a vice-prefeita e secretária de Educação, Adriana Assis, a primeira-dama e secretária de Assistência social, Alesandra Brandão, o secretário de Infraestrutura, Thallis Leal, o secretário de Finanças, Flávio Campos, o secretário de Saúde, Givanilson dos Santos (Van), a secretária de Agricultura, Telma Elisia, diretor do SAAE, Ronaldo Estrela, o controlador Sóstenes Santos, o subprocurador Lameque Pascoal, os advogados Júnior e Adriano e o Major PM Wesley Bomfim Siqueira.

Assessoria de Comunicação – Ibicaraí
Poste um Comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

No comments :


Geral

[Geral][twocolumns]

.

.

Esporte

[Esporte][bleft]

Eventos

[Eventos][twocolumns]

Jurídicas

[Jurídicas][bleft]